O que é a inflação?

A inflação em sua definição simples do dicionário  de economia, se trata de um substantivo feminino que indica o:

  1. desequilíbrio que se caracteriza por uma alta substancial e continuada no nível geral dos preços, concomitante com a queda do poder aquisitivo do dinheiro, e que é causado pelo crescimento da circulação monetária em desproporção com o volume de bens disponíveis.
  2. superabundância com desvalorização; desenvolvimento ou aumento excessivo e injustificado.

Inflação no cotidiano:

No sentido mais conhecido (econômico), inflação é um conceito que caracteriza o aumento continuado e generalizado dos preços, de bens e serviços.

Quando isso acontece, a grande maioria dos produtos têm seus valores alterados. Há também uma diminuição no poder de compra da população, principalmente de classes mais baixas, já que o rendimento salarial não sofre alteração.

Tipos de inflação

Resultado de imagem para tipos de inflaçção imagens
Crédito: Jornalismo Júnior

Existem alguns tipos de inflação:

  • Inflação de custos: Processo gerado pela elevação dos custos de produção, principalmente salários e/ou preços de exportações.
  • Inflação de oferta: Provocada por retração da oferta agregada (insuficiência de oferta), de bens e serviços. Acompanhada, também, de recessão e queda do nível de emprego.
  • Inflação híbrida: Aumento continuo no nível de preços, provocado pela inflação de demanda e oferta, com o intuito de recuperar rendas corroídas pela inflação nos períodos anteriores.
  • Inflação estrutural: Baseada na rigidez da oferta de bens e serviços, principalmente nos setores de produção de alimentos e de importação, característica dos países subdesenvolvidos.
  • Inflação inercial: Causado pelas expectativas de comportamento dos preços e/ou reajustes de renda desenvolvidos pelos agentes econômicos com o intuito de se protegerem da inflação crônica (inflação que persiste).
  • Inflação de demanda: Ocorre quando os meios de pagamento crescem além da capacidade de expansão da economia, ou antes, que a produção esteja em plena capacidade. Aumentando os preços, os salários e os rendimentos em geral dando origem a um espiral inflacionário.

Inflação X Deflação

A deflação é o processo contrário à inflação. Há uma redução do nível de preços dos bens e serviços e o valor do dinheiro é aumentado. É um processo normalmente verificado em períodos de recessão econômica.

Como é calculada?

O índice geral da inflação é calculado com base em uma cesta de produtos, e variam conforme o índice de inflação (IPCA, INPC, IGP-M), sendo o principal do país o IPCA, com mais de 400 itens.

Cada item na lista tem um peso relativo no índice geral, ou seja, se o preço do tomate, por exemplo, sobe 50%, o consumidor paga isso, porém, os outros produtos da cesta devem ser considerados para definir a influência no cálculo.

Cada um dos índices de medição trabalha de uma forma diferente e são feitos por diversos órgãos especializados, como o IBGE.

Entre as diferenças de método, estão os dias em que os índices são apurados, os produtos que incluem, o peso deles na composição geral e a faixa de população estudada.

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), por exemplo, considerado a inflação oficial do país, é medido pelo IBGE entre os dias 1º e 30 de cada mês.

Ele considera gastos como alimentação e bebidas; artigos de residência; comunicação; despesas pessoais; educação; habitação; saúde e cuidados pessoais.

O indicador reflete o custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos.

Veja a lista com os índices de inflação e saiba em detalhe as diferenças entre eles:

Os índices de inflação:

  • INPC
  • IPCA
  • IPCA-E
  • IPCA-15
  • IGP
  • IGP-10
  • IGP-DI
  • IGP-M
  • IPC-Fipe
  • IPC-S
  • IPC-SP

 

Inflação ideal

Resultado de imagem para inflação ideal imagens
Fonte: Revista Pegn – O Globo

Não existe um “número mágico” para a inflação. O que se sabe é que uma inflação muito alta ou muito baixa prejudica o funcionamento da economia.

Se estiver acima de 10% ao ano, por exemplo, atrapalha a capacidade da moeda como unidade de conta – as pessoas começam a perder a noção do valor da moeda, já que os preços dos produtos mudam rapidamente. Mas se a inflação for negativa, ou muito próxima de zero, pode prejudicar a produção e desaquecer a economia.

A questão é controversa, mas há certo consenso de que uma inflação entre 2% e 3%, ou até 5% é um bom indicador de que a economia não tem desequilíbrios importantes.

O que muda no nosso dia – a – dia?

Com o aumento da inflação, nosso dinheiro vai perdendo o valor e o que custava R$ 100,00 há um ano pode estar custando R$105,00 hoje. Se constatado que não foi apenas um, mas uma grande variedade de produtos e serviços que teve aumento de preços, então conclui-se que houve inflação e o dinheiro perdeu um pouco do valor.

Quando e onde é regulada?

Mesmo que o Banco Central deseje fazer qualquer alteração e controle sobre os níveis de inflação, não é possível fazer isso diretamente. Definindo a taxa de juros, cria-se um impacto e diversos pontos da economia e, automaticamente, alteram a inflação também.

Por que a inflação sofre alterações?

 

Resultado de imagem para inflação alterações
Fonte: O Dia – IG

Há diversos motivos para ter alterações na inflação, um dos principais é o aumento da emissão de papel-moeda pelo Governo para cobrir os gastos do Estado. Com o maior volume de dinheiro em circulação no mercado e sem a criação de riquezas ou aumento de produção, é necessária uma maior quantidade de dinheiro para adquirir a mesma quantidade de produto, resultando em inflação.

Outro fator que pode gerar a inflação é o aumento exagerado de preço de bens básicos, como energia elétrica, ou excesso de consumo, aumentando a procura pelo produto e, consequentemente, seu preço no mercado.

 

Fontes e links úteis para consulta posterior:

Banco central, relatório sobre inflação 27/09/16 IBGE – IPCA

Sistemas para metas de inflação

Especialistas falam sobre a inflação – Blog do PCO

JCRS

Folha – especialista fala sobre a inflação

R7

Índices Econômicos

Valor econômico – Valores da inflação

Governo limita inflação – Câmara

 

 

Advertisements