Algumas semanas atrás tivemos aqui, em território nacional, um dos maiores eventos do ano, as Olimpíadas Rio 2016. Agora que o evento acabou – de uma forma muito elogiado pelo mundo todo – chegou a hora de analisar quais foram os grandes momentos dessa festa.

Por isso, selecionamos aqui os melhores momentos das Olimpíadas de 2016, além de algumas falhas e depoimentos de espectadores que presenciaram jogos. Ocorreram fatos memoráveis e outros que muitos gestores querem ver esquecidos, acompanhe abaixo a nossa seleção.

ensaio-para-a-cerimonia-de-abertura
Cerimônia de abertura do Olimpíada Rio 2016 Crédito: Getty Image

Vamos aos momentos e fatos marcantes dos jogos:

1° –  A HEGEMONIA NORTE-AMERICANA NO QUADRO DE MEDALHAS

usa-e-espanha-jortdan-004
Jogador DeAndre Jordan, da seleção Americana de basquete masculino. Crédito: Ivan Pacheco/VEJA.com

Como já era de se esperar, os Estados Unidos mostraram todo o seu potencial nos esportes e levou, nada mais do que 121 medalhas, sendo 46 delas, ouro. Destaque para natação (33 medalhas), atletismo (32 medalhas) e ginástica artística (12 medalhas). Além de ter participado de uma das disputas mais assistidas na final de basquete masculino, vencendo a seleção da Sérvia de 96 a 66.

 2° – O ORGULHO DA NAÇÃO

alison-e-bruno-volley-masculino-ouro-0022
Alison e Bruno, seleção brasileira de vôlei de praia masculino. Crédito: Ivan Pacheco/VEJA.com

Não podemos deixar de falar do nosso país que, mesmo conquistando a 13° posição, com um total de 19 medalhas, fez grandes surpresas e conquistas nos esportes. Pâmella Oliveira ficou com ouro no triatlo, Paulo Roberto no atletismo e as seleções masculinas de futebol e vôlei de praia também terminaram no topo do pódio.

3° – DANCINHA MAROTA

Já ouviu falar na ilha de Kiribati? É de lá que vem essa figura que levantou o público com uma dança engraçada e extravagante. David Katoatau, competidor de Levantamento de peso, deu mais uma palhinha de sua famosa performance durante a competição.

4° – KNOCK – OUT

Outro momento que arrancou risos da plateia foi após a vitória da japonesa Risaki Kawai, na modalidade Luta livre, a atleta comemorou o título derrubando com um golpe seu treinador. Kawai ganhou de sua rival, Maryia Mamashuk e levou o ouro da categoria de 63 quilos.

5°- EU ACEITO!

E as emoções não ficaram somente dentro dos limites das quadras.  No total, seis pedidos de casamento foram realizados na Cidade Olímpica. O primeiro aconteceu no dia 8 de agosto, após o jogo de rugby da seleção brasileira. A jogadora Isadora Cerullo foi recebeu a proposta da namorada, Marjorie Enya.

d85a1200e014cb625bb82d0764a8de97
Marjorie Enya e Isadora Cerullo. Crédito: Alexander Hassenstein/Getty Image

6°- PASSA TUDO!

Não é porque a cidade está em festa e recebendo um dos maiores eventos do ano que a criminalidade iria dar um tempo. Exemplo disso foi o assalto que fizeram ao Ministro Português na orla de Ipanema, zona sul do Rio.  O assalto foi registado na Delegacia Especial de Apoio ao Turista (Deat) e o Ministro, Tiago Brandão Rodrigues, alegou ter sido ameaçado com uma faca. Felizmente, a polícia afirmou que o assaltante de 26 anos de idade foi preso em flagrante algumas horas depois, no mesmo local.

tiago-brandao-rodrigues
Ministro Português, Tiago Brandão Rodrigues

 7° – CAMPEÃO DO CRIME

E ainda falando da criminalidade, apesar dos gastos de 40 milhões de reais investidos em segurança, nunca foram contados números tão altos de assaltos (roubos e furtos). Num total de 97.100 assaltos, uma média de 534 por dia, ou um a cada três minutos (segundo dados da revista VEJA).  Alguns ainda puderam ser registrados em imagens de segurança de prédios e estabelecimentos comerciais.

 8° – CIDADE MILITARIZADA

Soldados da Força Nacional de Segurança na Vila Olímpica. Crédito: Roberto Castro/ME

De acordo com o site The Intercept, cerca de 85 mil soldados foram utilizados para garantir a segurança e o eventual sucesso destes jogos internacionais. Além de estarem muito bem armados, preparados para uma verdadeira guerra, como se o Rio de Janeiro pudesse ser tomado por centenas de bandidos muito bem armados de uma hora para a outra. Ainda segundo o site RioRH2106 foram gastos aproximadamente 21 milhões de reais apenas com funcionários. Portanto, na mão – de – obra dos Jogos Olímpicos a gestão não hesitou em gastar.

 

9° – GUERRILHA URBANA

Viatura da Força Nacional após tiroteio com traficantes no complexo da Maré, que matou o soldado Hélio Vieira. Crédito: Leslie leitão/VEJA

No dia 11 de agosto, dois soldados da Força Nacional efetuavam a sua ronda pela cidade maravilhosa. Então se perderam do trajeto programado e adentraram na favela da Maré, que é controlada pelo crime organizado. Foi quando foram recebidos a tiros e um deles foi atingido gravemente. Vinte e quatro horas depois do ataque o policial Hélio Vieira não resistiu aos ferimentos e morreu. A notícia foi transmitida diretamente pelo Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em sua página pessoal do Facebook.

 10° GRINGOS, GRINGOS POR TODA A PARTE

Como já era de se esperar, durante o período dos jogos, o Rio recebeu pessoas de todos os continentes de mundo. Perguntamos para Ana Carolina Margno (28), que assistiu a um dos jogos na Cidade Olímpica. “Vi mais brasileiros, com certeza. Mas estrangeiros também. Uma média de 15/20% do público”.

RZTD5cMJ-1
Banda Caramuela no Rio 2016 Fest. Crédito: Saulo Pereira Guimarães (Som do fole)/Rio 2016

11° O PREÇO DA ORGANIZAÇÃO

Para que o evento acontecesse como planejado, muito suor foi depositado nos locais onde ocorreriam os jogos. Organização e a infraestrutura foram bastante elogiadas por quem compareceu aos jogos, como no caso da Denise Batsi (32), que acompanhou uma partida de futebol, na Arena Corinthians, em SP “Achei muito bem organizado e seguro. Infraestrutura estava impecável. O poderia melhorar seria o acesso ao estádio, porque deixaram apenas uma entrada liberada e meus ingressos eram para entrada oposta. Levei quase meia hora do metro para chegar nos meus assentos”. “Não tive problemas com falta de opções de comida, mas tudo bem caro”.

arenacorinthians_rib-9
Arena Corinthians, sede de alguns jogos das Olimpíadas Rio 2016

  12° PISCINA VERDE

Centro aquático Maria Lenk, usado nas competições salto ornamental, ao fundo, ninguém sabia o motivo da coloração. Crédito: Sarah Campo/Metrópoles.

Os espectadores das competições feitas no centro aquático Maria Lenk notaram algo de estranho na piscina, ela estava com um tom muito esverdeado e pouco transparente. Este fato foi notícia em muitos tabloides internacionais e nacionais dando destaque para a falta de preparo dos químicos responsáveis. Doravante, isto não influenciou bastante nos resultados finais, nem atrapalhou muito, segundo alguns atletas. Porém, visualmente, o espetáculo ficou ofuscado pela coloração pouco transparente das águas. Após duas semanas, a coloração da piscina foi reajustada, mas não esqueceremos desta pequena gafe.

13° ENCERRAMENTO E APRESENTAÇÃO DOS PRÓXIMOS JOGOS TOKYO 2020

E para fechar de forma memorável, o evento contou com um encerramento grandioso e cheio de música, luzes e fogos. Confira abaixo os melhores momentos da cerimônia e a passagem de bastão para o próximo evento que irá acontecer em 2020, em Tokyo.

Agora esperamos pelo acontecimento das Paralimpíadas, para presenciarmos mais momentos marcantes, recordes e integração internacional dos povos no solo tupiniquim. Se você tem alguma opinião, ou quer que relembremos de algo não citado aqui, comente e participe de nossa análise.

 

Advertisements